quarta-feira, 27 de junho de 2007

O que não se deve dizer a uma prenha - Parte I

Quando uma mulher está prenha, fica mais sensível. Não fica sensível ao nível de um Cláudio Ramos, mas fica mais sensível. E por isso, existem algumas coisas que os homens devem evitar dizer durante aqueles nove meses. Por exemplo:

- “Não quero insinuar nada, mas acho que o bebé não pesa 60 quilos”;

- “Olhando para ela agora, ninguém diria que a Angelina Jolie já teve um bebé!”;

- “Espero bem que essa gordura nojenta toda, desapareça depois do puto nascer”;

- “De certeza que não queres mesmo fazer uma cesariana? O Benfica joga amanhã com o Paços de Ferreira”;

- “O Rui lá do escritório diz que uma vez cagou um caroço de um pêssego e doeu como tudo. Imagino a dor que isso vai ser…”;

- “Epá…por um momento pensei que tinha acordado ao lado do Fernando Mendes”;

- “Era suposto ficares com os pés do Batatinha?”;

- “Claro que vais recuperar a tua silhueta. Basta irmos à procura dela em 1994…onde a deixaste”;

- “Amor, vem cá mostrar aos meus colegas a tua imitação da Simara”;

- “Olha, quando tiveres acabado de vomitar no chão da cozinha, podias-me trazer uma cervejinha?”;

- “Já não me faltava mais nada, agora ainda vou ter que sustentar essa coisa que tens dentro da barriga”;

- “Não, não sei onde está o comando. Já procuraste debaixo das tuas mamas?”;

Abraços.

3 comentários:

Pratas disse...

Epá está lindo! lol Parabéns!

Lisa disse...

Belo texto, sim senhora! Contudo, surge-me uma questão: para quando o texto "O que não se deve dizer a um homem com anomalias na próstata, esterilidade e afins - Parte 619"?

Lolita disse...

Lisa, és a maior, 5* looool